A origem do Macaron: descubra tudo sobre esse doce!

Coloridos, saborosos e irresistíveis, os macarons são docinhos que já ganharam espaço nas festas brasileiras, uma vez que agradam muitos palatos.

Feito de merengue e farinha de amêndoas o macaron é um doce fino, que tem por característica uma casquinha durinha por fora e o interior cremoso e úmido.

Você com certeza já deve ter experimentado um macaron seja em uma padaria ou em uma festa de comemoração, afinal, esse docinho está bombando.

Mas, você sabe como surgiu o macaron? Hoje, nós da equipe Acrílicos Centauri preparamos este post para te deixar por dentro das origens e segredos deste doce tão emblemático. 

Macaron italiano versus macaron francês: A verdadeira origem 

Ao contrário do que muitos pensam  o Macaron não é um doce tipicamente parisiense. Na verdade, esse docinho surgiu na Itália. A palavra deriva das palavras italianas macaroni e maccherone, que significa “massa fina”.

Macarons coloridos um ao lado do outro

Em meados do no século XVI surgia em Veneza o macaron, que foi aos poucos ganhando popularidade entre os italianos, devido a sua simplicidade e leveza. Por volta de 1533 o docinho foi levado à França, durante o casamento de nada mais nada menos que Catarina de Médici e Henrique II, rainha e rei da França.

Após o casamento real, o macaron repercutiu em todas as regiões francesas. Em 1972, o macaron é popularizado pela produção das beatas francesas carmelitas Marguerite Gaillot e Marie-Elisabeth Morlot. As irmãs do convento Santíssimo Sacramento em Nancy passaram a comercializar o biscoito de amêndoas, o que garantiu ao macaron a grande fama parisiense.

Até o momento o Macaron era apenas um biscoitinho de uma única camada sem recheio, no entanto, no século XIX, o doce passou a ser produzido com duas camadas unidas por diferentes tipos de recheios, tais como, geléias, cremes e ganaches. Este grande feito gastronômico foi de Pierre Desfontaines chefe de uma das mais famosas docerias de Paris a pâtisserie Ladurée.

Mas e as cores? As várias matizes de cores, nas quais o macaron é encontrado foram propostas pelo grande chef Pierre Hermé, que embora tenha alterado a cor do doce, manteve sua textura e cremosidade.

Macaron: da Itália para o mundo

Saindo de Veneza, perpassando grandes cidades da doce França, o macaron ganha o mundo. 

Macarons com coloração verde e recheio de chocolate

Vejamos quais características adquire esse docinho italiano em outras culturas. 

Japão

No Japão, o Makaron é muito difundido por meio de acessórios para celulares e cosméticos, aos quais ele dá forma e até gosto. Em solo japonês podemos encontrar o doce fino em sabores nada convencionais como: chá verde, raspberry (um creme agridoce de framboesa) e Sakura.

Suíça

Na Suíça o macaron ganha uma nova versão de apresentação. Conhecido como Luxemburgerli, o doce é constituído de duas camadas de amêndoas ligadas por um recheio tipicamente suíço: o creme de manteiga.

Estados unidos

Para conferir ao macaron sabores tradicionais da cultura estadunidense, os americanos acabaram por alterar a receita adicionando: oreo, pistache, baunilha e nutella.

Aliás, os macarons dos EUA podem muitas vezes ser encontrados em temas distintos, como o faz a doceria californiana Honey & Butter, que apresenta os macarons na forma de unicórnios, pokémons e até mesmo animes.

O melhor macaron au chocolat do mundo

Não poderíamos finalizar este post sem te ensinar uma receita incrível de macaron, não é mesmo?! Então, vamos a ela.

Macarons de rosa e laranja pastel em primeiro plano e em segundo plano uma torre Eiffel de decoração

Você irá precisar de:

125g de farinha de amêndoas

125g de açúcar impalpável

20g de cacau em pó

130g de claras

125g de açúcar cristal

Modo de preparo: 

Merengue 

  • Em um processador, adicione a farinha de amêndoas e o açúcar impalpável. Bata ambos ingredientes até virar uma mistura homogênea. Reserve.
  • Em banho maria, derreta o açúcar cristal juntamente com as claras. Mexa bem até que não haja mais nenhum grão de açúcar, restando apenas uma mistura homogênea. 
  • Retire do fogo e leve a mistura ao bowl da batedeira, batendo-a até que atinja o ponto de pico firme. 
  • Está pronto o seu merengue.

Macarronagem

  • Acresça o cacau em pó na mistura processada de farinha de amêndoas e de açúcar impalpável. 
  • Em seguida, adicione a mistura aos poucos no merengue, mexendo sempre de baixo para cima até que os dois se unam. O segredo é ir misturando até chegar o ponto em que passamos a espátula no bowl e o caminho formado se fecha rapidamente.

Dando forma

  •  Com a massa pronta, coloque uma porção dela dentro do saco de confeiteiro e em uma assadeira revestida com papel manteiga, faça bolinhas uniformes, deixando um espaço entre elas.
  • Deixe os macarons descansarem por pelo menos 30 min, secando pela parte de fora e formando a casquinha que tanto amamos.
  • Leve ao forno pré aquecido por 150º por cerca de 15 a 20 min.
  • Após assados, deixe-os esfriar por completo antes de rechear.

Ganache de chocolate

Você irá precisar de:

100 ml de creme de leite fresco

200g de chocolate meio amargo 

Modo de preparo

  • Em uma panela, aqueça o creme de leite fresco até ferver.
  • Em seguida, despeje o creme de leite sobre o chocolate picado e mexa até adquirir uma consistência cremosa.
  • Reserve a ganache na geladeira.

Montagem dos macarons

  • Com os macarons já assados, chegou a hora de montá-los.
  • Adicione a ganache pré preparada no saco de confeitar.
  • Pegue um macaron e recheie com a ganache. Em seguida, feche com um macaron sem recheio. Repita esse processo até não restar mais macarons.
  • Você pode servir os macarons em bandejas ou em torres. Independente de qual forma escolher, temos certeza que os convidados vão adorar.

Como e onde servir macarons: dicas práticas

Agora que você já tem a receita perfeita para fazer os macarons, resta a dúvida: afinal, onde servi-los?

Macarons coloridos em bandeja prata

É importante entender que o macaron é um doce muito sutil e delicado, necessitando de um suporte resistente e que não comprometa de forma alguma a estrutura do doce. Afinal, seja em uma festa ou em um encontro com os amigos, você não quer que os seus macarons quebrem, não é mesmo?

Para tanto, é importante investir no suporte perfeito para acomodar os seus docinhos. Sendo assim, suportes em acrílico, como bandejas e  torres, são ótimos para colocar os seus macarons, uma vez que permitem maior organização e visibilidade dos doces.

Bandejas em acrílico, além de harmonizar e dar um charme na decoração, podem ainda destacar as diversas cores dos macarons, posto que são transparentes. Já as torres são ótimas para festas, uma vez que são encontradas em diferentes capacidades e altura, além de deixarem os doces totalmente amostra, conferindo ao evento elegância e requinte.

E aí, gostou do post? Esperamos que agora você tenha aprendido muito sobre os macarons. Não deixe de acompanhar o nosso blog para ter acesso a mais conteúdos como esse. Até mais!

Deixe um comentário