Como colar acrílico? 4 dicas práticas e efetivas!

Apesar de ser uma material de alta qualidade e boa resistência, o acrílico ainda pode quebrar caso sofra impactos acidentais. Mas saiba que, se isso acontecer, a peça não precisa ser descartada, uma vez que existem substâncias capazes de colá-la. E, se você chegou até esse post, é possível que esteja precisando aprender como fazer isso, não é mesmo? Então, fique com a gente e confira nossas dicas práticas. Vamos lá?!

Como colar peças de acrílico: dicas práticas!

Antes de qualquer coisa, é necessário entender que a colagem do acrílico é pouco diferente do processo de colagem de outros materiais, como madeira, vidro e outros tipos de plásticos, já que se trata de um material com características únicas.

Obviamente, você não poderá usar uma cola simples, mas sim a cola especial para acrílico, que gera uma reação química para unir os pedaços do material. E por mais que pareça um processo complicado, colar acrílico é relativamente simples, basta ter paciência e cuidado para fazer tudo corretamente.

Passo 01: comece com a preparação do ambiente para a colagem!

O primeiro passo de como colar acrílico deve ser a escolha um local arejado para trabalhar, pois a cola específica gera odores tóxicos, então, quanto mais aberto e ventilado for o espaço melhor e mais seguro para você. Caso seja possível, é válido ligar um ventilador.

Também é importante que você tenha uma mesa de inox para trabalhar, principalmente se estiver colando chapas de acrílico maiores. Assim, terá maior desenvoltura.

Passo 02: prepare as superfícies de acrílico para colagem

O segundo passo que você deve seguir é com a preparação das peças de acrílico para a colagem. Caso você esteja montando uma peça com chapas de acrílico, é fundamental que as bordas da chapa estejam bem limpas e lisas para que a cola funcione.

Bordas queimadas ou lascadas resultante do uso de lâminas sem fio no processo de corte com serra são mais difíceis de serem coladas, e pode ocorrer o processo de “crazing”, que se trata de um aspecto esbranquiçado no interior da chapa.

É possível finalizar as bordas usando uma plaina ou uma tupia elétrica (caso você tenha uma delas) que são ferramentas capazes de eliminar as ranhuras e dar bom acabamento, deixando as superfícies que serão coladas planas e retas.

Caso você não tenha uma ferramenta elétrica a disposição, pode usar uma lixa d’água para dar acabamento nas bordas. Mas tenha muito cuidado para para não deixar as bordas arredondadas ou lixadas ao ponto de estarem polidas, uma vez que será mais difícil colar uma superfície excessivamente lisa.

Além disso, o processo de polimento pode impregnar ceras no material, resultando em uniões fracas, quebradiças e com má aparência. Se você não quiser ter todo esse trabalho dando o acabamento final com estes processos, certifique-se de usar uma serra limpa, com fio suave e que não irá danificar as bordas das chapas de acrílico na hora do corte.

Passo 03: limpe o acrílico com álcool isopropílico

Após o processo de lixamento das laterais bordas de acrílico, é necessário limpá-las com um pano úmido em álcool isopropílico. Esse tipo de álcool é ideal para deixar a peça livre de poeira, sujeira ou fragmentos, removendo qualquer tipo de substância da sua pele, que podem interferir na aderência na hora da colagem.

Passo 04: junte as peças de acrílico e use a cola para fixar

As colas para acrílico mais comuns vêm com seringa para facilitar a aplicação. Então, basta juntar as peças de acrílico na angulação correta. Caso você precise colar as peças em ângulos de 90º, pode usar um conjunto de esquadros para facilitar o seu trabalho.

Quando as peças estiverem com a cola e na posição correta, basta usar uma braçadeira ou as mãos para segurar as partes juntas até que a cola seque por completo. Você também pode experimentar juntar os pedaços de acrílico com fita adesiva para que a cola possa ser aplicada com mais facilidade.

Posicione a seringa aplicadora e libere a cola nas bordas, no local em que elas se conectam. Aperte a seringa levemente pelas bordas e vá movimentando. A ideia é começar longe do seu corpo e ir trazendo para sua direção, preenchendo todo o espaço entre as duas partes da peça.

Tenha cuidado para apertar a seringa bem devagar e movimentando-a sem parar para não exagerar na quantidade de cola. Não deixe que a cola entre em contato as outras partes do acrílico que não serão coladas, pois ela pode danificar permanentemente a peça que você está tentando colar. Se alguma gota pingar nas chapas acrílicas, deixe evaporar, tentar limpá-las só fará uma bagunça.

Passo 05: segure bem e deixe colar!

Deixe a cola assetar bem e segure as peças por cerca de 10 minutos, que é tempo de colagem. Quando você sentir que as peças estão firmes, basta soltar levemente e deixar descansando por 24 horas, para que a cola seja curada, fixando a estrutura de acrílico de vez.

Também existem tipos de cola para acrílico de secagem ultra rápida, basta que você se atente a essa informação na hora de colar as peças.

A cola ficará transparente quando secar completamente, antes disso, você verá um aspecto meio esbranquiçado. É fundamental verificar se a cola está totalmente curada antes de manipular as peças coladas para que seu trabalho não em vão, com as descolagem das peças.

E se depois você quiser tirar as marcas da sua peça, temos um conteúdo completo sobre como limpar acrílico. Não deixe de passar e dar uma conferida depois!

Esse é o processo de colagem de peças de acrílico, o que você achou? Preparado para realizar a colagem das suas peças? Para mais dicas como essas, confira outras postagens aqui em nosso blog!

1 comentário em “Como colar acrílico? 4 dicas práticas e efetivas!”

Deixe um comentário