Poliestireno ou Acrílico? Conheça as propriedades que os diferenciam

O acrílico é considerado o plástico mais nobre para fabricação, e apesar do seu alto padrão de qualidade, ele ainda pode gerar confusão quando comparado com outras opções de matéria prima. Com características e aplicações semelhantes, o poliestireno está sempre presente quando pensamos na comparação de materiais.

Durante a produção dos objetos, os dois plásticos se comportam de maneira completamente distintas, tanto que um dos resultados encontrados com o poliestireno é o famoso isopor. Porém, com a aplicação de processos muito semelhantes, eles são comercializados como iguais.

A qualidade das peças produzidas em acrílico, e em poliestireno, são opostas, mas as duas podem ser utilizadas de forma doméstica, o que realmente deve ser considerado aqui é a durabilidade necessária. Muitas vezes, essa confusão pode refletir em compras irresponsáveis ou decepcionantes.

Para deixar essas dúvidas no passado, continue acompanhando o post da Centauri!

O que é o poliestireno?

placas de poliestireno

Para obter o plástico de poliestireno é necessário submeter pequenas contas sobe o vapor, essa massa quente pode ser esculpida de diversas formas. Uma das principais características desse tipo de material é leveza que o seu método de produção garante às peças construídas.

Ele pode ser classificado como um termoplástico, já que algumas características específicas desse grupo, como maleabilidade, resistência a uma variação média de temperatura, e boa durabilidade para quedas, são comumente atribuídas aos produtos que esse tipo de fabricação resulta.

Pensando sobre sua posição no mercado, as questões industriais e burocráticas da fabricação dos poliestirenos tendem a gerar custos reduzidos, o que torna a disponibilidade de produtos domésticos no material uma grande oportunidade de lucro para quem busca oportunidades rentáveis de investimento para materiais de uso cotidiano.

Mas, e o acrílico?

placas de acrílico colorido

Quem sempre acompanha nossas postagens já sabe sobre as inúmeras vantagens que o acrílico pode trazer para sua vida. Apesar de também ser um termoplástico, suas características principais são de fácil identificação, quando comparadas com o poliestireno.

Contando com máxima resistência quando o assunto é altas temperaturas, ele pode ser modelado em infinitas roupagens, além de proporcionar uma estética perfeita para decoração com seu brilho transparente. Não é por acaso que os profissionais da área categorizam o acrílico como o “vidro dos plásticos”.

Dentro das capacidades de uso desse material, sua transparência é muito aplicada para organização de espaços e vitrines. Pedestais, caixas organizadoras, peças para mostruário, e decoração são incorporadas com muita versatilidade por empresas e estabelecimentos que buscam mais requinte para seus produtos.

Outra característica que também agrega valor as capacidades do acrílico é sua resistência aos efeitos do tempo. Muitos itens de decoração representam sua personalidade do momento, outros, te acompanham durante a vida toda. Dificilmente uma peça de acrílico sofre com alterações de cor e brilho, por isso elas são consideradas atemporais.

Percebendo as diferenças entre termoplásticos

termoplásticos

Os dois materiais podem ser úteis para diferentes propósitos e expectativas, por isso é tão importante prestar atenção e aprender a encontrar as diferenças nesses dois plásticos muito famosos.

Ao comparar as versões transparentes do dois materiais, é importante perceber a tonalidade de cada peça. O poliestireno apresenta um tom mais azulado e frio, e se objeto for mais antigo, fica fácil de visualizar uma mudança de tonalidade mais amarelada e opaca, bem diferente do brilho translúcido dos acrílicos de qualidade.

O som de contato também pode ser um fator que compromete as diferentes qualidades de cada um dos termoplásticos. Se uma peça de acrílico cai de uma superfície, o som é seco e abafada, como em um objeto de madeira. O mesmo não acontece com seu similar, que reproduz um barulho estridente.

Outro fator que proporciona diferentes experiências, dependendo de qual material está sendo usado, é a aderência. Muitos utensílios domésticos são construídos a partir dos plásticos, e a semelhança é ainda mais discrepante quando acionamos os sentidos.

Se você esquece uma jarra com suco de laranja na geladeira, por exemplo, ela indica sua origem no poliestireno através da absorção das tonalidades, aromas e sabores no recipiente, mesmo depois de lavado. O acrílico, por ser menos espesso, e mais resistente a modificações externas, dificilmente irá apresentar o mesmo comportamento.

A importância de escolher produtos de qualidade

pessoa fazendo sinal de positivo com a mão

Ao adquirir um produto, é importante certificar que ele representa a composição que foi vendida, e no mundo dos termoplásticos, esse é um problema bem comum. Muitas empresas fazem proveito dessa semelhança entre poliestireno e acrílico para vender “gato por lebre”, e frustrar as expectativas de quem buscam por uma material mais específico.

Exija sempre sua etiqueta de composição e não aceite peças e objetos que não ofereçam uma referência de garantia. Apesar de as capacidades de uso dos dois componentes ser válida para as mais diversas ocasiões, é importante investir seu dinheiro em produtos que realmente oferecem tudo aquilo que prometem.

Gostou das dicas? Aqui no blog da Centauri Acrílicos você encontra posts sobre organização, decoração e muito mais. Não deixe de conferir todos os textos disponíveis, e nos vemos na próxima postagem.

Leave a Reply